Notícias de Águas Lindas - Família de criança que se feriu em ônibus será indenizada, garante TJGO

Vinte e um anos depois da ocorrência, finalmente foi publicada a decisão do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), que condenou a empresa Transprogresso Ltda a pagar R$ 80 mil a uma criança de sete anos, moradora de Águas Lindas, a título de indenização por danos morais, em virtude dela ter sofrido acidente dentro do ônibus da referida empresa. O acidente aconteceu no dia 10 de novembro de 1997 e causou várias deformidades na vítima, entre estas, cicatrizes no rosto e no nariz da vítima.  A decisão é do juiz Wilker André Vieira Lacerda, da comarca de Águas Lindas de Goiás.  

Consta nos autos do processo que a criança estava acompanhada de sua mãe, Raquel Santos Pereira. Elas viajavam no interior do coletivo da empresa, que fazia a linha Taguatinga ao bairro Pinheiros I, quando na altura do quilômetro 28, já no município de Águas Lindas de Goiás, o motorista pegou estrada de chão, em alta velocidade, passando por cima de quebra-molas, sendo a criança arremessada ao assoalho do ônibus, lesionando-lhes os olhos, nariz e as costas.

No processo foi alegado que houve irresponsabilidade e imprudência do motorista do coletivo da empresa, que, inclusive, não prestou socorro ao menor. E que em decorrência do acidente, a criança ficou com deformidade física no rosto. Na época a empresa foi acionada pelas vias administrativas, contudo, não houve êxito. Com isso, a mãe da criança requereu a condenação da empresa ao pagamento de cirurgia plástica reparadora das lesões físicas causadas pelo acidente.

OS AUTOS

De acordo com o TJGO ao analisar os autos, o magistrado argumentou que o boletim de ocorrência deve ser considerado válido, uma vez que é capaz de comprovar o nexo de causalidade. Ainda, no processo, o juiz entendeu ser apto o boletim de ocorrência, o relatório exarado pelo genitor da requerente, tendo em vista que apontam o nexo de causalidade dos fatos narrados na inicial. “A empresa é responsável pela reparação civil por atos de seus empregados, no exercício do trabalho ou em razão dele, conforme dispõe o artigo 932, do Código Civil”, afirmou.

Segundo Wilker André, a responsabilidade civil objetiva da empresa ré encontra-se bem comprovada, haja vista que o condutor do ônibus era seu empregado, circunstância hábil a fundamentar a incidência da responsabilidade civil. “Neste caso, aplica-se, ainda, o Código de Defesa do Consumidor, segundo o qual o fornecedor de serviço responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, bem como por informações insuficientes”, frisou.

Ainda, segundo o magistrado, o dano moral ficou comprovado pela dor psíquica, humilhação, entre outros. “A parte autora, em virtude do acidente causado pelo preposto da empresa ré, sofreu traumas na pálpebra e na região do nariz, o que lhe causou deformação no rosto”, explicou.

 

 


Hildo do Candango destaca característica de seu governo de priorizar investimentos na saúde pública
GERAL
Hildo do Candango destaca característica de seu governo de priorizar investimentos na saúde pública

Os serviços de atendimento de saúde pública em Águas Lindas de Goiás tem tido prioridade na gestão de Hildo do Candango. “Estamos investindo para melhorar a vida dos nossos moradores, e com certeza investir na saúde é primordial para isso”, afirma ele.

Hildo do Candango faz campanha junto de sua esposa, Aleandra Sousa, que concorre na chapa de Marconi Perillo ao Senado
GERAL
Hildo do Candango faz campanha junto de sua esposa, Aleandra Sousa, que concorre na chapa de Marconi Perillo ao Senado

As campanhas eleitorais já começaram. Após o período final de registro de candidatura, os candidatos já estão no jogo eleitoral. A verdadeira campanha em política, como se sabe, não é feita somente nos veículos de comunicação, mas, sim, no corpo a corpo, ou seja, junto ao eleitorado.

Notícias de Águas Lindas - Juíza de Águas Lindas é convidada para auxiliar Presidência do STJ
GERAL
Notícias de Águas Lindas - Juíza de Águas Lindas é convidada para auxiliar Presidência do STJ

A juíza da 1ª Vara Criminal da comarca de Águas Lindas de Goiás, Cláudia Silvia de Andrade Freitas, foi convidada pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, para exercer as funções de juíza auxiliar da Presidência do STJ.

INPALGO: um instituto pioneiro de Águas Lindas de Goiás
GERAL
INPALGO: um instituto pioneiro de Águas Lindas de Goiás

Fundado pelo produtor cultural, Dom Chicão, o Instituto dos Pioneiros de Águas Lindas de Goiás (Inpalgo), reúne milhares de moradores da cidade e é uma referência no município.

Projeto da APAC quer humanizar mais o Sistema Prisional em Goiás
GERAL
Projeto da APAC quer humanizar mais o Sistema Prisional em Goiás

Com o objetivo de buscar parcerias e viabilizar convênio com o Estado de Goiás visando à destinação de recursos do Fundo Penitenciário Nacional (FunPen) para a implantação do projeto-piloto, inicialmente em Paraúna, da proposta e a metodologia de trabalho da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC), foi realizada nesta terça-feira (29/8) uma reunião em Goiânia.

Notícias de Águas Lindas – Juízes goianos participam da XII Jornada Lei Maria da Penha em Brasília
GERAL
Notícias de Águas Lindas – Juízes goianos participam da XII Jornada Lei Maria da Penha em Brasília

Autoridades do poder judiciário participaram da XII Jornada Lei Maria da Penha em Brasília. O evento reuniu juízes, promotores de Justiça, delegados, defensores públicos, psicólogos e assistentes sociais de todo o Brasil para debater as principais questões relacionadas à violência doméstica contra a mulher.

Notícias de Águas Lindas - Assembleia Legislativa aprova projeto de reestruturação judiciária em Goiás
GERAL
Notícias de Águas Lindas - Assembleia Legislativa aprova projeto de reestruturação judiciária em Goiás

A Assembleia Legislativa de Goiás aprovou o Projeto de Lei nº 3280/18, de autoria do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), no último mês. O texto foi enviado à Casa Civil da Governadoria para sanção, e prevê a criação de 33 novas varas, entre outros pontos, a fim de atender ao aumento da demanda do Poder Judiciário nos últimos anos, principalmente no interior, com distribuição equitativa de processos.

Suporte Chat